contato
contato
contato
Busca por:
Carrinho de compras:
0
R$ 0,00

pagamento

Áreas selecionadas

 AT (Acomp. Terapêutico.)



 Informativo
Se você gostou da proposta de nossa livraria e deseja receber nossos informativos por email escreva para: atendimento@livrariaresposta.com.br

 Indicações
Você pode colaborar conosco indicando seus colegas e amigos para receberem nossos informativos clicando aqui.
 
Título: CURSO COMPLETO - Princípios do pensamento clínico  
 
 


  CURSO COMPLETO - Princípios do pensamento clínico - Ministrado em 2012 (15 aulas, em 8 CDs de áudio MP3)

Autor(es): Gilberto Safra

Editora: Instituto Sobornost (a obra de Gilberto Safra)

Área(s): 

1 livreto (4 pág.) + 8 CDs de áudio

Preço: R$ 490,00

  Disponibilidade: envio em 2 dias úteis + prazo do frete

Descrição:

Curso completo ministrado em 2012
15 aulas gravadas em 8 CDs de áudio MP3 


AULAS DO CURSO


Aula 1: A formação psíquica – 07/03/2012
Aula 2: A figuração do corpo em imagem – 14/03/2012

Aula 3: A abertura para o outro – 21/03/2012
Aula 4: A importância do ambiente para as primeiras etapas da vida do bebê – 28/03/2012

Aula 5: As últimas grandes tarefas da existência  - 11/04/2012
Aula 6: Origens e princípios da espiritualidade cristã- 18/04/2012

Aula 7: Origens e princípios da espiritualidade islâmica – 25/04/2012
Aula 8: Origens e princípios da espiritualidade judaica – 02/05/2012

Aula 9: Dostoievski: fundamentos de uma ética - 09/05/2012
Aula 10: Adélia Prado: facetas da condição humana - 16/05/2012

Aula 11: Fernando Pessoa: o ohar do menino Deus – 23/05/2012
Aula 12: Freud: o início de um percurso - 30/05/2012

Aula 13: Psicanálise - início de um percurso: discípulos – primeira parte -  06/06/2012
Aula 14: Psicanálise - início de um percurso: discípulos – segunda parte - 13/06/2012

Aula 15: Os grandes nomes da Psicanálise contemporânea - 20/06/2012

 

 

TRECHO INICIAL DA AULA 1

Essa é uma disciplina que introduz o aluno no campo da psicologia clínica. Esse curso foi concebido para o estudante ter uma introdução sobre a psicologia clínica e também para que ele possa ter uma certa visão histórica do campo e  poder se acercar um pouco da maneira como este campo foi constituído.

Ao lado da psicologia de uma maneira geral, a psicologia clínica, de maneira especifica, foi estabelecida no final do século XIX quando temos os primeiros laboratórios, os primeiros trabalhos de psicologia clínica. Quando menciono o século XIX me refiro a uma produção de conhecimento que já se encontrava sob o horizonte científico. No entanto, se pode perceber que aquilo que a partir do século XIX começa a aparecer como psicologia clínica (com este nome, inclusive), suas raízes, suas concepções sobre o ser humano, enfim, o que se faz neste campo, existia já há séculos e séculos.

Poderíamos  a grosso modo diferenciar dois registros fundamentais a partir do estabelecimento do pensamento científico, aquilo que nós poderíamos então denominar e diferenciar como um saber e como um conhecer.

Saber é diferente de conhecer. Por exemplo, o saber sobre o ser humano, sobre o sofrimento e padecimento humano, acompanha a história da humanidade. Viver está presente na existência, no tempo, no espaço a partir do nascimento, diante da morte, é sempre acompanhado de experiências e estas de algum modo são acumuladas em nós a partir dos enfrentamentos que temos que fazer na vida.

Se fôssemos conversar com cada um de vocês, certamente cada um tem um saber diante da existência humana, sobre o sofrimento humano que nasceu da própria experiência de viver até aqui. Então temos na história da humanidade a acumulação de um saber sobre o ser humano e seu sofrimento e sobre meios de lidar com este sofrimento que estão presentes desde o aparecimento do ser humano sobre a face da terra. Há um saber que pré-existe a ciência. Há um saber que coexiste com a ciência. Saber é experiencial.

O pensamento científico surge com o anseio de poder acumular uma série de informações, uma série de preceitos sobre um determinado fenômeno mas com a pretensão de que esse conhecimento, essa informação pudesse ser definida rigorosamente e transmitida aos outros de tal maneira que outros pudessem fazer o mesmo percurso que aqueles que produziram o conhecimento.

Se olharmos na história da humanidade, aqueles que antes do pensamento científico acumularam algum conhecimento sobre o ser humano foram considerados por diversas culturas como sábios. Um problema surge quando temos um sábio numa determinada cultura: o problema fundamental é como transmitir essa sabedoria ao outro.

 

 
   
Home | Nosso atendimento | . | EFT | . |  Fale conosco | SitePx