contato
contato
contato
Busca por:
Carrinho de compras:
0
R$ 0,00

pagamento

Áreas selecionadas

 AT (Acomp. Terapêutico.)



 Informativo
Se você gostou da proposta de nossa livraria e deseja receber nossos informativos por email escreva para: atendimento@livrariaresposta.com.br

 Indicações
Você pode colaborar conosco indicando seus colegas e amigos para receberem nossos informativos clicando aqui.
 

Título: Modernidade em questão

 
 
 
Livro: Modernidade em questão

 

Modernidade em questão

- Uma visão da temporalidade em Dostoiévski e suas implicações clinicas.
Autor(es): 

Gilberto Safra

Editora:  Instituto Sobornost (a obra de Gilberto Safra)
Área(s): 


Páginas:livreto + 1 DVD


Preço: R$ 39,00
  Disponibilidade: envio em 2 dias úteis + prazo do frete


Descrição:

Seminário realizado em 9 de outubro de 2002 no LET - Laboratório de Estudos da Transicionalidade - Gravação em VHS convertida para DVD

Neste LET o objetivo foi conversar sobre um conto que apareceu por volta de 1880 no Diário de um escritor de Dostoiévski. No final da vida, além dos romances que publicou, ele escrevia um diário,  no qual refletia sobre os acontecimentos que testemunhava. Este diário é composto por dois volumes, com  cerca de 400 paginas cada um. Só um trecho foi publicado no Brasil pelas Edições de Ouro.

Às vezes, no diário, aparecia um ou outro conto. O conto que é estudado nesta aula se chama A Centenária. Nesta obra Dostoievski  conta o encontro de uma senhora com uma velhinha centenária (104 anos), numa rua onde as duas transitavam.

Depois de presenciar o encontro destas duas senhoras, no qual elas trocam algumas palavras e muito afeto, Dostoiévski imagina o que aconteceria com esta velhinha quando chegasse ao seu destino: a casa de seus netinhos.  E Gilberto Safra, após a leitura do conto, o discute com os alunos.

Os textos do Diário de um escritor não são apenas contos com valor literário. O autor está preocupado com o que observava sobre a vida humana que transcorria à sua frente. Assim, os textos do diário são preciosos e falam sobre tudo: pedagogia, degradação da vida na sarjeta. O conto A Centenária se passa em São Petersburgo.

A velhinha está sentada numa das portas da avenida Nevski. Isso é significativo. Dostoievski não gostava desta cidade.  Ele saía desta cidade no verão porque ela era inóspita, principalmente nesta estação. Era uma cidade planejada e criada por decreto e isso o incomodava. São Petersburgo era um ícone da modernidade.

Neste conto Dostoeivski relata o encontro desta velhinha com uma outra senhora para, através dele, colocar em questão alguns parâmetros da modernidade, como por exemplo a pressa.

Como em outros seminários em que aborda a literatura e as artes nestas aulas do laboratório, Gilberto Safra nos ajuda a refletir sobre os textos como um certo treino para que possamos  compreender o que se passa na clínica  a partir dos estados vividos pelo paciente.


VEJA O MAIS RECENTE INFORMATIVO DA NOSSA LIVRARIA, COM OS LANÇAMENTOS RECOMENDADOS


E VEJA TAMBÉM OS LIVROS RECOMENDADOS, QUE TEMOS EM ESTOQUE PARA ENVIO IMEDIATO



E VEJA AQUI TODOS OS LANÇAMENTOS DO GRUPO A (medicina, área psi, educação)

E veja também logo abaixo os titulos recomendados dessas editoras parceiras preferenciais da Livraria Resposta (TODOS PARA ENVIO IMEDIATO)

IDÉIAS E LETRAS    PULSO EDITORIAL    VIEIRA & LENT     SBPSP - SOCIEDADE BRASILEIRA DE PSICANÁLISE - SP     RESPOSTA EDITORIAL


Veja os lançamentos e todo o acervo do Prof. Gilberto Safra no site do Instituto Sobornost

 
Título: Modernidade em questão  
 
 
   
Home | Nosso atendimento | . | EFT | . |  Fale conosco | SitePx