contato
contato
contato
Busca por:
Carrinho de compras:
0
R$ 0,00

pagamento

Áreas selecionadas

 AT (Acomp. Terapêutico.)

 Biografia

 Ciências

 Desenvolvimento pessoal

 Desenvolvimento profissional

 Espiritualidade

 Letras / Literatura

 Marketing / Administração

 Medicina / Saúde

 Metodologia

 Pedagogia / Psicoped.

 Psicologia / Psicanálise

 Revistas-livro (humanas)



 Informativo
Se você gostou da proposta de nossa livraria, preencha seus dados no espaço abaixo para receber nossos informativos.
Nome: 
E-mail: 
Código: 
Código de validação:
     
*Considerar as Letras em caixa alta
 

 Indicações
Você pode colaborar conosco indicando seus colegas e amigos para receberem nossos informativos clicando aqui.
 

Livro: Poesia completa - José Paulo Paes

 
 
 
Livro: Poesia completa - José Paulo Paes

 

Poesia completa - José Paulo Paes


Autor(es): 

José Paulo Paes

Editora:  Companhia das Letras
Área(s): 

Letras / Literatura

ISBN: 9788535913385


Páginas:518 pág.


Preço: R$ 79,20
  Disponibilidade: Por encomenda - envio estimado em 9 dias úteis + prazo do frete

Obs: sujeito a disponibilidade de estoque em nossos fornecedores.

Para localizar livros com prazo de envio bem curtos sobre o tema deste livro, faça uma busca por palavra-chave no campo acima .


Descrição:

A poesia de José Paulo Paes tem a rara capacidade de saciar o leitor em pouquíssimas linhas. Entre os poetas brasileiros do século XX, ele ficou conhecido como o mestre do epigrama - aquele tipo de poema curto e mordaz cuja matéria-prima é uma atenta observação do mundo e do ser humano. Ao descrever um shopping center, por exemplo, ele relembra o "Inferno" de Dante: "Pelos teus círculos/ vagamos sem rumo/ nós almas penadas/ do mundo do consumo".

 

Muitas vezes, a ironia se volta contra o próprio autor, que declara ser o poeta mais importante da sua rua, mas confessa: "Mesmo porque a minha rua/ é curta". Num brevíssimo jogo de palavras, José Paulo resumiu as regras principais da sua poética: "conciso? com siso/ prolixo? pro lixo".

 

Mas a poesia da concisão, para ele, é também a da dúvida - palavra que, aliás, serve de título ao derradeiro poema, escrito na véspera de sua morte. Cético, o poeta não prometeu amar a Deus "sobre todas as coisas", mas "em cada uma delas", como quem opta com firmeza pelo mundo: "hás por certo de preferir um agnóstico fora do teu templo a um vendilhão dentro dele".

 

Por muitas vezes, o poeta se armou com os recursos do sarcasmo e da sátira para denunciar o cinismo dos poderosos e a banalização da vida no mundo contemporâneo. De fato, não existe vício mais oposto à poesia de José Paulo do que a ganância. Até mesmo ao imaginar uma inscrição para o seu túmulo, ele optou pela parcimônia: "para quem pediu sempre tão pouco/ o nada é positivamente um exagero". 

 

 

AUTOR

 

 

 

José Paulo Paes

Nasceu em Taquaritinga, interior de São Paulo, em 1926. Estudou química industrial em Curitiba, onde publicou seu primeiro livro de poemas, O aluno, em 1947. Trabalhou num laboratório farmacêutico e numa editora de livros, aposentando-se em 1981 para poder dedicar-se inteiramente à literatura. Publicou mais de dez livros de poesia, inclusive para o público infanto-juvenil, e foi colaborador regular na imprensa literária. Destacou-se também como ensaísta e tradutor de poesia. Morreu na capital do estado, em 1998.


VEJA O MAIS RECENTE INFORMATIVO DA NOSSA LIVRARIA, COM OS LANÇAMENTOS RECOMENDADOS

 
Livro: Poesia completa - José Paulo Paes  
 
 
   
Home | Nosso atendimento | Resposta Eventos | .. | Editoras, autores, professores, instituições | . | . | . | Winnicott |  Fale conosco | SitePx